Seminário Cidades Inteligentes: Financiamento, Governança e Planejamento

27 mai

No dia 27 de maio, a FGV Projetos realizou no Rio de Janeiro o seminário “Cidades Inteligentes: Financiamento, Governança e Planejamento”, que reuniu  representantes de prefeituras, organismos de fomento e instituições públicas e privadas a fim de estimular e ambientar o debate sobre os modelos de financiamento e gestão de projetos para cidades inteligentes.

Participaram dos debates a deputada estadual Aspásia Camargo, a prefeita de Angra dos Reis Conceição Rabha, a secretária de urbanismo e mobilidade urbana de Niterói Verena Andreatta, a secretária de planejamento de Búzios, Alice Passeri, o chefe-executivo de operações do Centro de Operações do Rio de Janeiro, Pedro Junqueira, entre outras autoridades e especialistas.

Cesar Cunha Campos, diretor da FGV Projetos, abriu o evento chamando atenção para o acelerado processo de urbanização no Brasil, que já traz impactos negativos como congestionamentos e altos níveis de violência urbana. Em seguida, Carlos Augusto Costa, diretor adjunto de Mercado da FGV Projetos, apresentou os principais resultados da pesquisa de percepção realizada pela unidade em 64 cidades acima de 200 mil habitantes, em 21 estados do país. Segundo ele, menos de metade dos entrevistados é familiarizado com a ideia de “cidade inteligente” e a falta de mão de obra qualificada é uma das principais barreiras para implementação de atividades do setor – fato reforçado pelo depoimento de Conceição Rabha, que criticou a falta de formação técnica nos governos municipais.

Na ocasião também foi lançado o Cadernos FGV Projetos nº 24: Cidades Inteligentes e Mobilidade Urbana.